Secagem de sementes

Edição XXIII | 03 - Mai . 2019

Silmar Teichert Peske - silmar@seednews.inf.br | Wolmer Broad Peres - wolmerbp@gmail.com

    As sementes apresentam maturação desuniforme dentro de uma mesma planta, sendo comum encontrar diferenças de umidade superior a 30 pontos percentuais entre as sementes. Isto principalmente para sementes de soja e arroz, entretanto em menor grandeza também para sementes de milho, trigo, entre outras.

    Esta desuniformidade de maturação, em conjunto com alta umidade (chuva e orvalho) e temperatura do ar, são as principais razões da necessidade de realizar a colheita das sementes, assim que possível, e realizar a secagem artificial.  No caso de milho, a colheita é realizada em espiga, sendo possível colher praticamente no ponto de maturidade fisiológica (PMF); no entanto para muitas outras espécies, como soja, arroz e trigo, a colheita é realizada debulhando as sementes algum tempo após alcançarem o PMF. No caso de soja e trigo, recomenda-se começar a colheita quando as sementes estiverem com umidade ao redor de 18-20%, enquanto para arroz a umidade deve estar entre 20-24%.