Esta seção é coordenada pela equipe de professores da área de sementes da Universidade Federal de Pelotas, objetivando esclarecer as inúmeras dúvidas enviadas pelos leitores. Mande sua dúvida para redacao@seednews.inf.br 


    Estou prestando consultoria a um grupo de agricultores que se dedica ao cultivo de milho e estou com dificuldades em determinar a quantidade de sementes que eles devem comprar. Assim, pergunto: quantos kilogramas de sementes tem uma saca de milho?

    As sementes no Brasil, por lei, são comercializadas por peso. Entretanto, no caso específico de milho, as embalagens vêm normalmente com 60.000 sementes e constando o peso, que varia de 15 a 24kg, conforme o tamanho das sementes. Até poucos anos, uma saca de milho para semente possuía, normalmente, 20kg.


    Tenho entendido que o sucesso da produção de sementes brachiaria brizanta está no fato de que amadurecem durante a estação seca, comum em algumas regiões do Brasil. Também sei que conforme vão amadurecendo, degranam e permanecem no solo até sua coleta, e como estão dormentes, a deterioração é minimizada. Pergunto, que efeito sobre as sementes terá uma chuva?

    Suas considerações estão corretas, realmente as sementes de brachiaria brizanta apresentam normalmente alta qualidade fisiológica, por serem colhidas maduras e dormentes. Porém, a dormência não se dá em 100% das sementes, pois na natureza sempre há uma dispersão, e com a dormência não é diferente. Assim, caso ocorra uma chuva na estação seca, com as sementes ainda no solo, haverá germinação daquelas sementes que não estão dormentes, o que praticamente inutiliza a semente.


    A análise da qualidade física e fisiológica das sementes segue um protocolo tal, que uma análise de germinação e pureza realizada num país pode ser facilmente repetida em outro, obtendo-se praticamente os mesmos resultados. Isso é possível devido às regras de análise de sementes e aos sistemas de controle de qualidade. Neste sentido, gostaria que comentassem de quantas maneiras pode-se realizar o teste de germinação.

    Realmente, a análise de sementes segue procedimentos há muito dominados, de tal forma que há uniformidade entre os resultados de diferentes laboratórios de sementes. Especificamente, quanto ao teste de germinação, há mais de 20 maneiras de conduzi-lo, envolvendo temperatura para germinação, substratos, umidade, superação de dormência, luz, contagem, entre outros. Esse detalhamento é para possibilitar que os laboratórios de determinada região utilizem o que for mais fácil, desde que não se afete os resultados.


    Poderiam responder por que as empresas de milho não trazem na sacaria o tipo de híbrido, se simples, triplo ou duplo?

    Isto deve-se à percepção de valor, pois, à primeira vista, um híbrido duplo parece melhor que um simples. Entretanto, um híbrido simples é melhor que um duplo.  Assim, as empresas de sementes de milho colocam na sacaria que o híbrido simples é para alta tecnologia, significando que possui um maior potencial de produção.


    Considerando o esfriamento dinâmico das sementes (no ensaque) para cerca de 15°C, necessito saber a respeito da manutenção da temperatura e vigor desta massa de sementes, caso fosse armazenada em big bag, comparando com o armazenamento em galpão convencional para sementes de soja. 

    As sementes são más condutoras térmicas – caso sejam esfriadas, permanecerão frias por vários meses, principalmente em big bags de 1000 kg. Estudos mostram que o equilíbrio com o ambiente em dois meses de armazenamento se dá nos dois cm da periferia da embalagem. Quanto ao vigor, este praticamente permanecerá inalterado até seis meses de armazenamento a 15°C.




    As sementes de soja, no Brasil, são classificadas quanto a largura, variando de 5,0 a 7,0mm. Neste sentido, gostaria de saber como escolho o disco de minha semeadora para uma semente de soja de 6,0 mm. 

    Esse tamanho de semente, de 6,0mm, significa que elas permaneceram em cima de uma peneira de furos redondos de 6,0mm. Assim, o tamanho da perfuração no disco da semeadora deve ser de no mínimo 7,0mm, pois as sementes terão um tamanho que irá variar de 6,0 a 7,0mm. E poderão passar facilmente pelas perfurações. É possível ter sementes pequenas junto com grandes, entretanto, grandes junto com pequenas é impossível, a não ser que a peneira de classificação das sementes esteja danificada.  

Compartilhar

newsletter

Receba nossas melhores
matérias em primeira mão!